Chairô

3 Lições de Marketing que aprendemos com a Netflix


Por Luís Carlos Eustáquio

Referência no mercado de streaming, o marketing da Netflix é pauta de diversos assuntos diários, tanto em conteúdos especializados quanto no boca-a-boca entre os admiradores da marca. Essa especialidade fez com que a empresa crescesse e revolucionasse o segmento de filmes e seriados.

Aos poucos, a Netflix ganhou espaço nos eletroeletrônicos das pessoas. Com clássicos do cinema e produções próprias, a plataforma investia em conquistar cada vez mais público e se tornou uma ótima opção para quem queria ter diversas opções do que assistir sem ter que recorrer a pirataria. Hoje, ela conta com o incrível número de 139 milhões de assinantes.

Antes de entrar na parte de marketing em si, bora conhecer mais sobre a marca para entender o sucesso dela hoje?!

História da Netflix

Reed Hastings e Marc Randolph foram os fundadores da Netflix, em 1997, como um serviço de locação de filmes online. Sempre querendo se atualizar no mercado, um ano depois foi lançado um site onde era possível solicitar o DVD que a pessoa queria alugar e então recebê-lo por correio.

Depois disso, em 1999, a Netflix lançou um serviço de assinatura em que seus consumidores podiam ficar por tempo ilimitado com o DVD alugado, sem cobrança de taxa, mas só poderiam pegar outro quando devolvessem o atual – tática totalmente nova no mercado, que tinha até então o valor da multa como uma das formas de ganhar dinheiro.

Em 2000, a empresa foi oferecida para sua principal concorrente na época, a locadora Blockbuster, que não aceitou o acordo por não acreditar no potencial do negócio. Dez anos depois, a Blockbuster pediu falência nos Estados Unidos e a Netflix chegava no auge do seu sucesso. E, aqui, vamos para nossa primeira dica:

1 – Fique sempre de olho no mercado

Assim como citamos algumas vezes na história da marca, o marketing da Netflix consiste em uma série de mudanças. Cada passo de se reinventar foi estratégico para conquistar novos clientes e ganhar força no mercado.

Ao chegar na marca de 1 bilhão de DVDs alugados, em 2007, houve uma grande transformação: o lançamento do serviço de streaming. É inacreditável que no topo do sucesso a marca tenha coragem para mudar seu modo de trabalho, mas isso aconteceu com estudos e forte visão de futuro.

Com a popularização da internet e a diminuição da popularidade dos DVDs, a empresa pensou em algo que pudesse juntar ainda mais os dois segmentos.

Mas as mudanças não pararam por aí. Para se lançar nesse novo mercado, houve uma parceria com a rede de TV a cabo americana Starz, que concedeu aos assinantes uma biblioteca de 2500 opções de conteúdo. Mas, em 2012, a Starz cancelou seu contrato e todo esse catálogo foi retirado.

Para reverter a situação, a Netflix começou a investir muito em produções próprias, e em 2013 House Of Cards levou à empresa para um novo patamar. A série teve um orçamento de produção de US $ 100 milhões e sua primeira temporada foi lançada toda de uma vez, com o intuito de entregar ao cliente uma forma diferenciada de assistir TV – afinal, quem quer esperar meses para saber o desfecho de um seriado?

Por isso, é sempre com muita pesquisa e foco no seu público-alvo que a marca apresenta mudanças e se reinventa no mercado para não perder o timing da evolução tecnológica. E foi nesse pensamento que a empresa continuo lucrando, enquanto a Blockbuster faliu.

O mais importante nisso é que, assim como eles inovaram do aluguel de DVDs para streaming, é possível esperar por ideias revolucionadoras a todo instante, já que a empresa quer sempre ser a pioneira quando o assunto é novidade de mercado.

2 – Tenha boas estratégias de lançamento

Não importa o segmento, é necessário criar boas campanhas para lançamento. E, nisso, o marketing da netflix é MUITO BOM! Não é por acaso que seus vídeos sempre viralizam na internet. Sempre com grandes referências ao cenário pop, a marca consegue levar olhares às suas atrações através de assuntos de alta repercussão que condizem exatamente com suas estreias.

Os conteúdos conversam bem em todos os seus canais de comunicação, criando uma forte presença digital, fato fundamental hoje em dia para ganhar destaque no mercado e conquistar novos públicos. Para saber como ter uma presença digital eficiente, clique aqui.

Focando no Brasil, país onde a marca fatura anualmente R$ 4,5 bilhões, aqui vão duas estratégias de lançamento muito bem pensadas:

Divulgação de “Elite”, com o Kevinho

Com mais de 20 milhões de seguidores no Instagram e um dos nomes mais fortes na música para os adolescentes, o Kevinho tem o público-alvo ideal para o suspense espanhol da Netflix, Elite.

No vídeo de divulgação, o funkeiro é interrogado na língua espanhola e não entende muito bem o que é perguntado, dando sempre respostas diferentes. Confira a produção, que conta com quase 4 milhões de visualizações só no YouTube:

Vídeo Netflix – Elite – Interrogatório ft. Kevinho


Divulgação de “La Casa de Papel”, com a Sandy

Sandy é uma das maiores cantoras que o Brasil já teve, e sua repercussão continua forte ano após ano. Ainda na adolescência, por ser espelho para muitas meninas, sua virgindade foi uma questão sempre levantada pela mídia.

Atingindo públicos de diversas idades, assim como La Casa de Papel, a Netflix resolveu brincar com o assunto e levá-lo para a estreia da segunda parte do seriado citado. Como sua primeira parte teve uma ENORME repercussão, muitos recorreram a pirataria para finalizar os episódios que já estavam disponíveis na internet.

Foi aí que nasceu a campanha do #ResolviEsperar, que fez alusão ao movimento onde as pessoas se preservam sexualmente antes do casamento.


Confira o vídeo completo:

Além de todo o empenho para o lançamento de um produto, é importante pensar em formas inteligentes para sua divulgação. Uma vez que não basta algo ser bom se ele não chega nas pessoas corretas. Estratégias de lançamentos são essenciais para um bom resultado.


3 – Conheça bem seu público-alvo

Parte do Marketing da Netflix é sobre chamar a atenção do seu público-alvo, tanto através dos seus filmes e programas de tv originais quanto pelas suas páginas das redes sociais.

Segmentando bem para a faixa etária de 18 a 49 anos, uma característica forte da marca é a abundância em conteúdos novos, o que faz as pessoas se prenderem no serviço de streaming enquanto eles estudam o que é mais aprovado pelos seus telespectadores.

Um grande diferencial de uma empresa é entregar exatamente o que seus consumidores procuram. Por isso, além de criar expectativas entre as temporadas dos seriados, a essência de alguns conteúdos é similar pelo sucesso que o primeiro atingiu.

O ator Noah Centineo é um grande exemplo. Famoso pelo filme Para Todos os Garotos que Já Amei, original da Netflix, o ator participou de diversas produções do canal, virou uma referência em comédias românticas e está presente em dois dos cinco filmes mais assistidos no serviço de streaming ano passado.

Além disso, por conhecer bem seu público-alvo, a marca tem muitos dos seus comentários nas redes sociais viralizados: com muita personalidade e um toque de audácia, as páginas costumam dialogar com seus seguidores da melhor maneira possível.

E criou até uma “piada interna” referente as solicitações de Harry Potter no catálogo:

Por esses motivos, o marketing da Netflix é tão conhecido e referência no mercado. Desde que ganhou notoriedade pelo seu catálogo de streaming, muitas marcas aderiram ao segmento para conseguir acompanhar o sucesso e o espaço que a empresa estava alcançando, como o HBO GO e a Globo Play. Agora conta pra gente, qual marca é exemplo de marketing atualmente para você?


LEIA TAMBÉM

Dicas, insights e muito mais

Ao clicar em inscrever-se, você receberá e-mails ocasionais da Chairô. Você sempre tem a opção de ajustar suas configurações de interesse ou cancelar a inscrição.